domingo, 7 de janeiro de 2018

Nendoroid Mami Tomoe Maiko Ver.

Saudações.

Desta vez vou falar da versão Nendoroid de Mami Tomoe, do desenho animado Puella Magi Madoka Magica, vestida como uma Maiko, feita pela Good Smile Company.


1. Informações
2. Modelagem
3. Articulações
4. Acessórios
5. Ação





1. Informações



Maiko é a designação para as Gueixas (denominação antiga; atualmente são chamadas de Geigi) em treinamento. Elas passam por rígidos treinamentos, seguindo igualmente duros códigos de conduta, aprendendo música, dança e maneiras de servir chá.

A área de atuação das Maiko é principalmente em Kyoto, nos bairros chamados de Hanamachi, sendo que um deles seria Gion Koubu. Mas é bem difícil encontrá-las andando pelas ruas, devido às já citadas regras de conduta.

Em tempo, as Maiko e as Geigi são frequentemente confundidas com as Oiran, cortesãs que forneciam serviços sexuais. Por um tempo até houve Gueixas que vendiam seu corpo, especialmente durante a Segunda Guerra Mundial. Mas isso mudou com a instituição de leis de combate à prostituição a partir de 1956 e nos anos 1970 já não havia mais nenhuma que oferecesse esses serviços. Mesmo assim ainda é forte no ocidente essa imagem da Gueixa.


Depois de lançarem a Madoka e a Homura, foram feitas figuras em escala das outras Puella Magi, como a Mami, pela Stronger, empresa coligada à Good Smile Company, e comercializadas de forma limitada pela loja da Aniplex (sem envio para fora do Japão). E mais tarde foi anunciada esta versão Nendoroid, desta vez para venda aberta e que poderia ser encomendada em lojas que mandam para o exterior. Por esta razão (e pelo preço), acabei optando pela Nendoroid.

O conteúdo da caixa. Só vem com uma expressão extra, mas tem uma quantidade razoável de braços intercambiáveis.



2. Modelagem


Visão de corpo inteiro. Ficou bem elegante. Há um bom contraste da cor do cabelo com o do kimono.

Close do rosto. Pode não parecer, mas é diferente das versões lançadas até agora. O delineamento da boca é um pouco acentuado, como se ela estivesse usando batom, mas sem exageros.

A segunda expressão é para a mesura e é muito bem feita, com os olhos no lugar adequado. Mais uma vez digo que pode não parecer, mas é bem difícil fazer essa expressão. Um pequeno desvio na posição põe tudo a perder.

A franja é modelada com precisão, sem rebarbas.

Os enfeites de cabelo (Hanakanzashi) usam pintura metálica em algumas partes. A do lado esquerdo do cabelo, com pontas dependuradas (bura) seria usada no primeiro ano. Depois essas pontas podem ser retiradas e a flor trocada por outra maior.

Na parte de trás da cabeça existem mais enfeites em forma de flores, que são estranhamente detalhadas, com relevos de camadas de pétalas.

Os rabos de cavalo em forma de parafuso são moldados com precisão.

Mami tem um busto avantajado, mas isso não aparece muito desta vez. Os detalhes em forma de borboletas chamam a atenção.

A faixa da cintura é bem detalhada.

Assim como a parte de trás, com estampas usando pintura metálica.

Por trás da faixa tem até o nó do cordão, que fica escondido.

As enormes mangas, com pintura em gradação e flores de cerejeira estampadas.

A saia do kimono é bem grande, até arrastando no chão. Graças a isso a figura pode se manter em pé sem a ajuda do suporte. Aqui também está presente a pintura em gradação do rosa para o branco e estampas de cerejeiras.

As pernas são escupidas, embora não se movam. É possível ver um espaço para o polegar na meia (tabi). E também é possível ver as partes por onde o kimono  se abriria.


3. Articulações



O pescoço fica em uma Nendoro Joint e por isso se move bem.

Os rabos de cavalo podem ser abertos e/ou girados.

Para mover os braços seria necessário girar nas conexões em forma de pino nos ombros e nos antebraços. O melhor é desmontar e girar, separado do corpo para depois colocar de volta.

A cintura gira no pino conector.

4. Acessórios


Estão incluídos antebraços intercambiáveis.

Eles são um pouco mais longos e com um ângulo fechado para dentro.

Estes braços devem ser usados em conjunto, para mostrar Mami segurando a ponta da manga direita.

Nessa hora é preciso saber qual antebraço colocar.

Este braço dobrado é usado sem as peças do antebraço.

Está incluída esta mão esquerda com os dedos abertos.

Peça representando o leque aberto.

Esta peça representa fechado. É incrivelmente detalhada, com os sulcos para representar onde o leque se dobra.

Estão incluídas mãos para se segurar o leque em vários ângulos.

Peça intercambiável da cintura para baixo para representar a figura sentada.

Não é preciso fazer nada com  a faixa de trás. Ela já fica em um ângulo que não interfere com a peça.

Nessa hora é preciso usar os antebraços longos e girar as mangas, que já estão moldadas para encostar no chão.

A Mascote(?) Bebe, desta vez esculpida como se imitasse a pose de Mami no modelo original.

Close do rosto. A modelagem avançou bastante, com uma pintura e modelagem muito mais precisas. O olhar é voltado para o lado.

O mesmo pode ser dito da modelagem do corpo, mais limpo e com cores mais vivas.

A manga esquerda é dobrada, como que imitando a mão da Mami.

Na outra mão está este leque.

Na parte de trás do manto está a estampa da Bruxa dos Doces.

A haste do suporte é parecida com a da versão anterior que bem na Mami School Ver e tem boa liberdade de movimentos.

A base com suporte incluída. É bom ter mesmo assim, pois a parte de baixo do kimono é pintada e pode manchar com o tempo.

O conector desta vez é bem longo e entra sem problemas.



5. Ação


É possível fazer várias poses elegantes, até com dança.


Hum... Será que o Beauty Praise vai ser conquistado por uma Nendoroid desta vez?

Pose fazendo a mesura. Como é de se esperar, fica muito bonitinha.

Em Kyoto é possível encontrar vários tipos de doces, como esse de Matchá. Tem um wafer dentro, lembrando um KitKat.

E existe KitKat sabor Matchá. Tem até vendendo por aqui em lojas especializadas e em alguns supermercados. Só que é bem caro...


Comparação com outras versões da personagem. Aqui dá para ver a diferença.



A Maiko Ver. é mais corada. O formato do olho também é diferente.


Trocando com a School Uniform Ver. me parece mais condizente para ambas.


As Maiko usam maquiagem pesada, branqueando totalmente o rosto. E com essa expressão mais tranquila, Mami se parece mais com uma... Mami-hime?


Junto com a Madoka e a Homura. Já anunciaram a Kyouko e com isso logo vou poder ter todas.


Sugestão de exposição. Mami combina bem com esse tipo de caixa.


Como dito acima, é bem difícil encontrar uma Maiko andando pelas ruas. Mas tendo sorte é possível até tirar uma foto com uma delas.


E esta foi a apresentação da versão Nendoroid da Mami Tomoe em roupas de Maiko, feita pela Good Smile Company. E conseguiram caprichar de novo. A compactação do modelo foi muito bem feita, com uma perda mínima de detalhes em relação à figura em pose fixa. De fato, acho até melhor, uma vez que é possível colocar em várias poses, graças às peças intercambiáveis extras e por um preço muito menor. Claro que a figura é menor e existem linhas de articulações, especialmente nos braços e quem quer algo mais luxuoso pode não se satisfazer. Mas não é o meu caso e gostei muito da Nendoroid. Recomendo para os fãs do desenho, mesmo não sendo uma situação que apareça nele, para imaginar como seria um final mais feliz para a personagem.






- Sejam Bem-vindos, Sr. Haruto. Sr. Nitou.
- Ih, Haruto! Acho que eu não tenho dinheiro para contratar uma Dayuu!
- Se liga, NEET! Essa não é uma casa desse tipo! E a Mami não faz essas coisas! Isso sem falar que ela é menor de idade e mesmo assim duvido que você iria passar no teste!

Dayuu (太夫): Cortesã de nível mais alto. Chega a ser mais importante que o próprio cliente. É preciso uma indicação para se passar uma noite com ela e ainda assim só após ser aprovado em um rígido processo de avaliação que dura três dias por parte da própria. Indicar e dormir com outra cortesã já é motivo de desqualificação, mesmo após a aprovação.
Ex.: Hinowa, personagem de Gintama. Tem outra personagem, Tsukuyo, que tem a alcunha de "Shinigami Dayuu" (algo como "Cortesã da Morte"), mas quem se aproxima mais da figura da Dayuu é Hinowa.

2 comentários:

  1. Show de review!

    Essa imagem que as oiran deixaram deve ser dureza para as gueixas atuais, ainda mais se tiver que lidar com turistas, pois no ocidente todo mundo associa gueixa com prostituta. "Como se fala prostituta em japonês? Gueixa!" Infelizmente é a imagem que o pessoal tem, e nem é por maldade, é por pura falta de conhecimento. O pessoal não faz ideia de que elas são mulheres de muita etiqueta.

    Tá lindaaaaaaaaa demais essa Mami! Até pensei em pegar só ela do set! Não consegui encaixar no orçamento, mas ainda está nos planos hehe. Concordo que o contraste do cabelo com o kimono é muito bom, algo que vale para todas as figuras da coleção. O responsável pelo design dessas Madoka Maiko tem bom olho para paleta de cores!

    Mesmo com apenas duas expressões ela está bem representada, os rostos são ótimos. Nas comparações dá pra ver que essa tem detalhes mais delicados e femininos, uma gracinha!

    Adoro os detalhes dessa coleção! Dá pra ver que dão muita atenção aos detalhes dos kimonos. Até o nó do cordão está presente, mesmo sendo algo que talvez a gente não percebesse se estivesse ausente.

    Pelo visto o leque aberto e a mão que o segura funcionam bem melhor que os da Mai Nendoroid, ainda bem que a GSC aprimorou essa técnica hehehe.

    Opa, apoio o Beauty Praise pra ela esse ano! Se bem que ainda tem uma ano inteiro pra gente ver a concorrência hehehe. Mas ela é tão gracinha que dificilmente vai ser superada!

    Aaah esses doces japoneses são bons demais! Noe eventos de animes sempre tem un estandes que vendem, pena que são bem caros mesmo, mas os sabores são inesquecíveis! Tem que escolher com sabedoria hehe. Eu sempre procuro aqueles que apareceram em Dagashi Kashi, mas até agora não tive muito sucesso.

    A Hinowa é bem a imagem de uma Dayuu mesmo, diferente da Tsukuyo que tem o Dayuu só no apelido. Pena que a imagem de Dayuu da Hinowa acabou custando caro para ela, algo que provavelmente deve ter acontecido com muitas Dayuus da vida real.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ronin!

      Esqueci de mencionar, mas é preciso um pouco de jeito para segurar o leque, sim. Em alguns pontos fica apertado, mas pegando o jeito dá. Se a peça da mão couber, pode ser um bom pacote de expansão para a Mai, permitindo segurar em mais ângulos. Só que não vai ter o protetor do dorso da mão.

      Essa Nendoroid é uma pequena maravilha (bom, qual não é?)! Bem elegante e fica bem para expor. De todas da linha essa é a melhor até agora. E tem a Sayaka e a Kyouko. Espero que a qualidade seja crescente.

      Até tem umas lojas perto daqui que vendem esses doces do Japão. Já achei a bala-apito, o algodão doce explosivo e o lamem em pedaços. Fico curioso em saber como é o Lamune em pó... Esse de Matchá eu consegui em uma oferta, pela metade do preço, mas ainda assim é caro.

      De fato até hoje ouço essa de Gueixa ser prostituta. É certo que houve algumas, mas agora não é mais assim. De fato, Oiran já é uma profissão praticamente extinta.

      Ainda não vi a saga de Yoshiwara, mas considerando que Hinowa usa uma cadeira de rodas, imagino o que deve ter acontecido com ela. E era por esses motivos que eu sempre dizia que ela não era para o meu bico.

      Excluir