domingo, 2 de julho de 2017

S.H. Figuarts Alien Baltan

Saudações.

Desta vez vou falar da versão S.H. Figuarts do Alien Baltan, de Ultraman, feita pela Bandai.


1. Informações
2. Modelagem
3. Articulações
4. Ação

Obs.: em alguns materiais o nome é romanizado como "Alien Valtan". Veja esta matéria do Blog Sushi POP para mais informações.



1. Informações



O Alien Baltan é provavelmente o oponente mais conhecido das séries Ultra, tendo tanta ou até mais popularidade que o próprio herói. Sua primeira aparição foi no segundo episódio da série, "O Ataque dos Baltans", no qual eles invadem o Centro de Ciências. 

Os invasores se revelam como habitantes do planeta Baltan, que fora destruído devido a um experimento nuclear por um cientista enlouquecido. Uma parte deles escapou do desastre pois sua nave havia saído para uma viagem espacial e tiveram que pousar na Terra para reparos. Mas ao ver que o ambiente era propício para que sua raça vivesse, eles acabam resolvendo entrar no planeta a força. 

Curiosidade: este episódio foi o primeiro da série a ser feito. As filmagens não seguiam a mesma ordem da exibição.

Curiosidade 2: existe um erro de continuidade neste episódio. Na cena da reunião do Capitão Muramatsu com o alto escalão das Forças de Defesa, está escrito na lousa "Reunião para Resolução de Problema com os Alien Baltan". Mas nessa hora os Baltans ainda eram "alienígenas desconhecidos", sendo que não se sabia suas intenções e nem mesmo o nome de sua raça.


A criação do Alien Baltan é atribuída a Toshihiro Iijima, diretor e roteirista, que assina suas histórias como Kitao Senzoku. Ele conta em uma coluna no Nihon Keizai Shimbun (requer cadastro para visualização completa) que o nome do alienígena vem da região dos Balcãs, constantemente assolada por conflitos e chamada de "o barril de pólvora da Europa". A associação foi feita pois os Baltans seriam um povo errante, que perdeu sua terra natal, como acontece com os habitantes dos Balcãs, quando eles têm seus países destruídos por guerras e anexações. Iijima levou o nome para o departamento de propaganda da Tsuburaya, que achou uma boa ideia, pois o som remetia à pronúncia japonesa do nome da cantora Sylvie Vartan (ficaria algo como "Shirubiy Varutan"), que se tornou famosa no país ao participar de um comercial da empresa Renown. 

A associação com Sylvie Vartan pegou e existem várias referências a isso, como em Ultraman Cosmos, em que aparece uma criança Baltan (Child Baltan) de nome Sylvie. Na paródia Outerman, o oponente do personagem-título (semelhante ao Ultraman) é o Alien Sylvie (parecido com o Baltan). E em 2013, o Alien Baltan apareceu em um show que Sylvie Vartan fez no Japão

Iijima vê o Alien Baltan como um "mau exemplo", um alerta para a humanidade, para que ela não siga o mesmo caminho. Os Baltan destruíram seu mundo, devido à corrida armamentista, apesar de ter uma tecnologia e uma economia mais desenvolvidas, e esse pode ser o futuro do nosso planeta. Essa mensagem é assustadoramente atual, mesmo depois de mais de 50 anos...

Por esta razão, Iijima não reconhece episódios em que o Baltan é retratado simplesmente como um vilão malvado.

Em ULTRAMAN aparece o Alien Adacic, cuja aparência se assemelha à do Alien Baltan.

O conteúdo da caixa. Só vem a figura e uma folhinha avisando para não forçar a abertura das pinças. Nem vem uma pinça quebrada intercambiavel para representar uma das cenas do seriado.  


2. Modelagem


Visão de corpo inteiro. Uma representação extremamente fiel do traje usado nas filmagens do seriado, inclusive com as imperfeições. Dá para ver que as formas não são totalmente simétricas.
Toshihiro Iijima conta que o Baltan foi feito assim pois na época não se sabia se havia vida fora da Terra e por isso optaram por uma forma insectoide, diferente de um ser humano.

Close da cabeça. Uma pequena obra de arte. Tem todos os detalhes do original. A aparência sinistra é bem reproduzida na figura. 
A máscara foi reaproveitada da fantasia de outro alienígena, o セミ人間 (Semi Ningen, algo como "Cigarra Humana"), de Ultra Q. O corpo foi feito a partir do traje de Kemul, também de Ultra Q

A enorme crista em forma de "V". Ela é torta como no traje original, que era feito a mão. 
Essa crista foi colocada seguindo instruções de Toshihiro Iijima. Há quem diga que isso desagradou o designer Tohl Narita, que acreditava que "menos é mais", mas isso nunca foi confirmado. 

Os olhos são de material transparente, com uma peça com textura insectoide no fundo. 

O enorme "bico bucal", que seria remanescente da Cigarra Humana. Também dá para notar os furinhos por onde o dublê, Takeshi Sato, olhava por debaixo da máscara.

O tronco é esculpido de forma esmerada, com várias protuberâncias e cavidades. A parte entre o peito e a cintura é separada do resto do corpo, como um cinto.

Detalhe do antebraço, com secções, como se houvesse uma carapaça envolvendo. 

As enormes pinças, que são a marca registrada do Alien Baltan. É usada pintura metálica e tem as cavidades em um dos lados direitinho. Elas seriam baseadas em lagostas.

Diferente da versão Ultra-Act, a parte de dentro da pinça não tem moldes que lembram lancadores de raios. 

O "saiote", outra parte característica da silhueta do Alien Baltan. Tem direitinho as cavidades em quadrilátero, todas irregulares, como se tivessem sido feitas a mão.

As pernas, com estampas de serrilhas, igualmente irregulares. 

Os enormes pés, pontudos e com arestas na parte de cima. A pintura com sombreado é caprichada.




Junto com o Ultra-Act Alien Baltan, que nesse caso representa o espécime que apareceu no episódio 16. Curiosamente os dois têm o mesmo tamanho.


Como dito anteriormente, a parte de dentro da pinça não é representada na versão S.H. Figuarts.


O Figuarts não tem o refletor Spelgen, já que se trata de outro indivíduo.




Junto com as várias versões do Ultraman (na ordem, a primeira e a segunda versão  Ultra-Act e a S. H. Figuarts). Havia sido anunciada uma Ultra-Act do primeiro Baltan, que acabou não sendo comercializada.


Usando o mesmo raciocínio que no Zetton. Curvando o corpo, a Ultra-Act parece consistente e a Figuarts fica pequena. 



3. Articulações


O pescoço se mexe bem pouco devido ao formato, se limitando a mover para cima e para baixo. 

Os ombros também são um pouco limitados, mas se movem mais do que parecem. 

Existe uma articulação giratória no antebraço. 

O cotovelo se dobra bem

Obviamente, a pinça se abre, mas só até o tanto mostrado na foto. Mais do que isso pode quebrar, conforme o folheto de instruções. 

O tronco se move bem e compensa a falta de mobilidade da cabeça. 

As pernas se abrem, porém sofrem interferência do saiote, como é de se esperar, embora ele seja feito de material maleável e seja composto por três peças. 

O sistema de articulações das pernas. Elas conseguem se mover bem para a frente e os joelhos têm um bom ângulo de fechamento. 

Os tornozelos se movem de forma discreta. 

O mesmo é dito dos movimentos para a frente e para trás.



O sistema de articulações é parecido com o Ultra-Act. A abertura dos ombros e das pernas é quase a mesma.




O tronco da S.H.Figuarts é mais flexível.


Os movimentos das pernas são quase os mesmos.



O Ultra-Act consegue girar os pulsos. A abertura máxima é a mesma nos dois. 


4. Ação


A pose característica do Alien Baltan, com as duas pinças levantadas. 
Segundo o diretor Iijima, ela surgiu porque as pinças eram pesadas e segurá-las nesta posição cansava menos do que mantê-las abaixadas. Mais uma vez questões práticas acabaram criando uma nova característica. 


- Hwo hwo hwo hwo hwo hwo hwo.
Outra cena clássica, com o Baltan se movendo enquanto deixa rastros de imagem... e fazendo muita gente de agora se perguntar como faziam isso sem computação gráfica.
Sua risada característica é um reaproveitamento do filme Matango, dirigido por Ishiro Honda, com efeitos especiais de Eiji Tsuburaya. Essa risada também foi usada no trailer japonês do filme Despertar dos Mortos, de George A. Romero.

Não incluíram peças de efeito para os raios das pinças, então o jeito é improvisar.

As negociações falham e Baltan fica gigante. 



São lançados dois mísseis nucleares "Hagetaka" (abutre) que acertam o alienígena, que parece ter sido derrotado... 

Mas ele se levanta, como uma cigarra que abandona sua casca. 



Baltan ataca a cidade e alça voo.


Do alto ele causa mais e mais destruição.


Hayata, em uma tentativa desesperada, pula do alto do prédio para pegar a Cápsula Beta que havia caído. E consegue se transformar.




Os dois travam uma luta no ar. 

Ultraman consegue quebrar uma das pinças. 
Curiosidade: esta cena foi feita às pressas pois a pinça quebrou de fato durante as filmagens.






Ultraman pousa e derrota Baltan com o raio Spacium, que é seu ponto fraco e a razão pela qual eles não queriam ir para Marte.


Usando seus raios óticos, Ultraman localiza a nave dos Baltans... 


... e a leva para o espaço. Um enorme clarão é visto ao amanhecer. É dito que veio da explosão da nave quando Ultraman a destruiu, aparentemente causando um genocídio ao eliminar os últimos sobreviventes de uma raça.

- Mas eu apenas os levei para o planeta R depois de criar uma passagem dimensional. O chato é que alguns deles não gostaram de lá e tentaram voltar a invadir a Terra.
- Hwo hwo.
- Ah, tá.
Obs.: esta não é a versão oficial.

No especial de cinema ウルトラマン怪獣大決戦 (ULTRAMAN Kaiju Dai Kessen, "Grande Confronto Decisivo com os Monstros") de 1979, foram feitas cenas adicionais para essa luta. Como os trajes originais não existiam mais, fizeram outros. O Ultraman acabou ficando com olhos amarelos.

Baltan enfrenta o Ultra Seven várias vezes em jogos, como nas séries Ultraman Fighting Evolution.

Em Hero Senki, para Super Famicom, Baltan se assusta ao ser ameaçado pelo Kamen Rider Black, que no jogo é forte e ágil, mas não é muito inteligente, chamando o alienígena de "cigarra de uma figa".


Baltan também aparece em Ultra Fight, às vezes sem as pinças...

Em Ultraman Max, surge uma versão redefinida, o Dark Baltan, da ala radical de seu povo e que quer destruir os terráqueos antes que eles invadam o espaço, trazendo consigo sua poluição.


Baltan tem uma ciência altamente avançada que permite que ele aumente de tamanho, chegando a mais de trezentos metros de altura.

Usando tecnologia clone, Baltan pode criar cópias de si mesmo. Segundo ele, isso seria o básico do básico na ciência de sua civilização.
O episódio duplo teve direção e roteiro do próprio Toshihiro Iijima/Senzoku Kitao. Disseram a Iijima que usando computação gráfica seria possível colocar dez Baltans na tela se ele quisesse, mas o diretor pediu mais. Porque ele queria fazer uma cena com milhares deles preenchendo o céu, algo que não foi possível na época e era seu grande sonho por mais de quarenta anos, que foi realizado graças às técnicas e tecnologias atuais.


E Dark Baltan ainda por cima tem um refletor no peito que consegue rebater o Galaxy Cannon, que foi capaz de destruir até mesmo o Zetton. 

Nessa hora, Tiny, da ala pacifista de sua raça, o acalma com o som de um artefato que lembra um sino de bronze do período Yayoi. 


- Barurun!
O episódio retrata Tiny como algo parecido com uma Menina Mágica, até com uma palavra-chave, embora tudo seja ciência. Uma possível referência a Arthur C. Clarke, que dizia que "Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia".
Este episódio duplo está disponível no Crunchyroll. Nele é possível ver como um diretor da época usa os efeitos com recursos e tecnologias atuais.


Mesmo assim Toshihiro Iijima conta que prefere usar efeitos analógicos (SFX) do que computação gráfica (VFX). Mas não é por ideologia, e sim porque com SFX dá para se ter uma ideia do resultado final logo de cara, enquanto que no VFX é preciso esperar pela pós-produção para ver se ficou bom e para consertar às vezes é preciso filmar tudo de novo. Iijima é acima de tudo uma pessoa prática.


Pode-se dizer que o Alien Baltan é um ícone da Cultura Pop japonesa. Tão icônico que no sistema de entrada do Microsoft IME para digitar textos em japonês, ao escrever "barutan" aparece entre as opções um emoticon representando o alienígena.
Ficaria assim: (V)o¥o(V)


Aperto de mão (pinça?).



Em um programa de televisão para decidir quem iria participar do filme Mega Batalha na Galáxia Ultra, Baltan mostrou ser um excelente dançarino e que se adaptou aos costumes e às leis da Terra. A figura consegue reproduzir os passos sem problemas.

Em eventos da Tsuburaya, tem um painel em que as crianças brincam de Jankenpô com o Baltan, que só consegue usar a "tesoura".

- Então vamos chamar a campeã de Jankenpô da HERO, a Cure Peace!
- Vamos lá!
- Hwo...

- Brilha brilha brilha assim! Jan Ken...


- ... Pon!

- ?!
- Hwo?!

- Er... Eu tava distraída e não vi.
- Eu também. Vamos tentar de novo!
- Hwo hwo.
- Hein? Mas... Tá bom, vai.

- Brilha brilha brilha assim! Jan Ken...


- Pon!

- Pon!

- Pon!

- Ei, Yayo-tan. Você sabe que o Baltan só pode usar a tesoura!
- Pois é, Yayoi. É fácil ganhar dele. É só soltar a pedra.
- Ah, é que...

- ...eu quero ser amiga do Baltan!
- Hwo hwo!
- Ah, bom!
- É. Aí não tem problema.

Foto comemorativa


E para fechar, claro, todo mundo dançando Yay! Yay! Yay!


E esta foi a apresentação da versão S.H. Figuarts do Alien Baltan, feita pela Bandai. Mais uma vez a modelagem é magnífica, representando até as imperfeições do traje usado nas filmagens. O sistema de articulações permite que ele se mova muito bem, embora com algumas limitações devido ao formato. Quanto a esses aspectos essa figura é excelente, mas perde no quesito de acessórios. Não vem com peças de efeito para os raios das pinças e nem mesmo uma quebrada para representar uma das partes da luta. Pelo tamanho, sinto que esse é na verdade o Ultra-Act do primeiro Alien Baltan que foi anunciado em um evento da Bandai, mas que acabou não sendo lançado. Mas o sistema de articulações é bem melhor, embora não gire os pulsos. No total uma excelente figura de um dos personagens mais representativos da franquia Ultra. Obrigatório para os fãs.


Nota: As fotos em que aparecem mais de um Baltan foram feitas usando um editor de imagens. Eu até tinha dois exemplares, mas dei um deles a um velho amigo como presente de Natal. Até fiz uma piada dizendo que não era Papai Noel, mas a risada era parecida...

10 comentários:

  1. Olá, Mr. Usys!

    O Baltan é um dos monstros favoritos de todos os tempos. Na época em que eu assistia, eu achava que ele era mais estiloso que poderoso. Cosmos e Max enfrentaram versões bem mais poderosas do que o original, mas é sempre bacana quando aparece um Baltan em aventuras Ultra. Eu me lembro que o episódio original era narrado pelo Ito/Ide, que começava explicando o olho roxo, falando com a tela. E tinha a cena hilária em que ele tentava falar em linguagem de alienígena. Esse episódio é bom demais. E duas coisas que eu não sabia: que o Toshihiro Iijima usava pseudônimo pra escrever roteiros e a segunda justificativa para o nome do Baltan. Muito legal!

    Parabéns pelo post! E que belas fotos! Um ótimo trabalho, como sempre.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Nagado!

      Esse episódio tinha umas tiradas engraçadíssimas. A do Arashi de chinelo também é muito boa. E pensar que essa linguagem de alienígena voltou a ser usada em Mebius. Achei tão legal isso!

      Essa do pseudônimo eu soube quando fiz a matéria do Cosmos. Daí fui ver o Max e fiquei surpreso ao ver que era o próprio criador que fez uma "Menina Mágica Baltan". Mais do que isso, fico feliz em ver que não são só os atores que são chamados de novo, mas o pessoal dos bastidores também. E o Toshihiro Iijima tem feito várias revelações esses últimos tempos. Aquela do Raio Spacium, por exemplo.

      Excluir
  2. Eu confesso que o Baltan não é um dos meus monstros preferidos. Até acho que ele anda meio "sumido" ultimamente. Não acha??

    Depois de Ultraman X, me apeguei ao Gomora, que passou a ser meu kaiju preferido. Gomora enfrentou o Ultraman em 1966 e, apesar de ter sido uma ameaça derrotada, foi tratado como uma criatura milenar que só estava revindicando seu habitat. O próprio Ide reconhece isso no final do episódio.

    Já o Baltan nunca se comportou como um aliado dos Ultras. Até concordo que, há uns dez/quinze anos atrás, quando ele era figurinha carimbada e até enfrentou o Cosmos, era o monstro mais icônico da franquia Ultraman mas... hoje??

    Agora, não há como negar: essa S.H. Figuarts aí ficou excelente!! Mais uma bela aquisição!! =D

    Parabéns, Usys!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bruno!

      De fato ele anda sumido nas séries Ultra e sua última aparição foi breve, no começo do filme do X. Mas é que o Baltan teve uma tremenda influência na cultura pop japonesa e até hoje ele é "top of mind" entre os personagens de Ultraman. Ele chegou a participar da série de vídeos Super Hero Taisen Otsu da Toei, feita para divulgar o Super Hero Taisen Z, mas com uma faixa preta sobre os olhos.

      O Baltan tem aparecido mais em comerciais, eventos e outras coisas que estão mais próximas do público japonês. E a fama dele é até internacional, figurando entre os monstros favoritos de Guillermo del Toro e tem aquele clipe daquela banda de Taiwan com o Neos.

      A história do Gomora é uma das grandes tônicas das séries Ultra, contando sobre a tristeza dos derrotados. E toca em uma das origens dos filmes de monstro, como o King Kong. Por isso esses últimos tempos ele tem aparecido bastante como um monstro-herói, sendo que o X resgata esses conceitos. Também gosto do Gomora. Tanto que ele é o representante dos monstros aqui da Casa.

      Excluir
  3. Nobre Usys! Show de bola matéria!

    Muito bacana a parte "por trás das câmeras" - e a parte do reaproveitamento! Tem uma matéria no Tokudoc onde o Danilo aborda esse assunto com a Toei, onde vários vilões e até mesmo personagens principais possuem partes do traje ou até mesmo ele todo reaproveitado.

    Acho que é a primeira vez que vejo uma figura sem nenhum item extra dessa linha! Achei até engraçado ter no boneco os furinhos na máscara para o dublê enxergar! Que onda arretada! E o "V" assimétrico? Muito legal, mesmo a ideia de fazer a figura idêntica ao modelo real, incluindo até a pintura nas pernas ao invés de utilizar alto relevo ou outra coisa.

    As cenas de ação ficaram sensacionais. Dá pra imaginar mil coisas usando esse monstrão e os prediozinhos!

    Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Adelmo!

      Nos bastidores tem cada história... O pessoal ralava mesmo, já que fazer esse tipo de seriado custava muito dinheiro e eles tinham que improvisar bastante, até com imprevistos.

      Com esses prédios dá pra fazer altas coisas. Mas posicionar é bem difícil, pois é preciso fazer parecer com que haja uma grande cidade por trás. Sempre tenho que fazer um monte de retomadas até ficar bom.

      Excluir
  4. Show de review!

    Interessante a inspiração para a crianção do personagem, os caras vão longe nessas ideias. E pela descrição do personagem dá pra ver que fecha bem com a história da região dos Balcãs, faz bastante sentido. Já essa da Sylvie Vartan foi totalmente inesperada, os caras vão longe mesmo hehehe! Legal ver que a própria cantora entrou no clima e recebeu seu "fã".

    Bem louco o visual, essas pinças são bem ameaçadoras! Imagino como deve ser complicado vestir esse traje durante as filmagens, pois a máscara também deve ser bem pesada. Eu achava que ele soltava algum raio pelo V na cabeça.
    As fotos estão fantásticas, a da capa parece até que saiu direto do seriado!

    Pô, sacanagem jogar Jankenpô com o Baltan! Isso me lembra o final do canguru Roger no Tekken Tag, onde ele só podia usar pedra por causa da luva de boxe hehehe.
    O Ultraman ficou bem simpático na foto comemorativa, parece até que ele está sorrindo!

    Mas espera aí...
    ...Eles falaram...
    ...PON?!?!?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ronin!

      Até hoje eu não sei de onde os caras tiravam essas ideias. É muita criatividade! E ainda por cima fazendo um visual que funciona até os dias de hoje, tanto o Baltan quanto o Ultraman.

      O Baltan já tem um monte de superpoderes. Se ele lançasse um raio daí ia ser muita coisa. Por outro lado justificaria a alcunha dele, de Ninja Espacial. E esse da capa eu me baseei em uma das fotos de divulgação da época. Dei um jeito de degradar para ficar parecido.

      Outro personagem que sofria com Jankenpô era o Doraemon, que também só podia soltar pedra. Com isso são mais dois para atormentar o Baltan. E eu nem tinha percebido essa expressão do Ultraman! Nem foi intencional! Então aquilo que diziam do Tohl Narita, o desenhista do Ultraman, ter se baseado no Archaic Smile de estátuas budistas era verdade.

      Ah, não se preocupe. A Yayoi já deu um curto-circuito mágico naquele vírus pestilento. Aqui ele não entra.

      Excluir
  5. Olá, Usys-san.

    Muito legal essa figure do Baltan. Sem dúvida, ele é um dos vilões mais aclamados de Ultraman, ao lado de Zetton.

    Uma curiosidade meio inútil: lembro que em Redman o Baltan fugiu de uma batalha contra o "serial killer vermelho", enquanto outro monstro (não lembro qual) foi vitimado pelo anti-herói. Talvez tenha sido o único kaijin a não ser morto por Redman. Dessa ele se livrou. (rsrs)

    Parabéns por mais essa aquisição. Forte abraço. Schwatch!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, César Filho!

      Eu me lembro dessa. Foi aquele com o Jilars (Dzilars?), certo? Fiquei até surpreso. Deu pena ao ver o monstro dando sua vida para que o amigo pudesse fugir.

      Baltan tem um monte de curiosidades e cobrir todas elas demandaria muito tempo e espaço. Só de aparições especiais ele rivaliza com o Ultraman. E periga de superar.

      Semana que vem vai ser outro alienígena. Se tudo der certo!

      Excluir