domingo, 11 de junho de 2017

S.H. Figuarts Kamen Rider Brave Quest Gamer Level 2

Saudações.

Desta vez vou falar da versão S.H. Figuarts do Kamen Rider Brave, da série Kamen Rider EX-AID, feita pela Bandai.


1. Informações
2. Modelagem
3. Articulações
4. Acessórios
5. Ação



1. Informações



Hiiro Kagami é médico titular no Hospital da Universidade Seito e filho do diretor, o atrapalhado Haima. Cirurgião habilidoso, apesar de sua pouca idade, conduziu vários procedimentos, com uma taxa de 100% de sucesso e devido a isso, é considerado um prodígio no ramo. Se formou jovem nos Estados Unidos, obtendo várias certificações e por isso é orgulhoso e cheio de si. Mas possui a habilidade suficiente para justificar essa autoconfiança.

Há cinco anos atrás, Saki, noiva de Hiiro contraiu a Doença Game e acabou morrendo, dando origem ao Graphite Bugster. Isso o motivou a se tornar um Kamen Rider e enfrentar os Bugsters em lutas que ele chama de operações. 


Hiiro tem a política de não se envolver com o paciente, limitando-se a curá-lo sem se interessar por qualquer outro assunto. Uma postura aparentemente fria, mas que por outro lado é altamente profissional. Ainda, Hiiro é bem racional, lógico, digital e dependendo da situação é capaz de sacrificar uma única vida para que um número maior de pessoas seja salvo. Por isso, a princípio tem muitos atritos com Emu, que acredita que todas as vidas são valiosas, sem qualquer distinção ou prioridade.

Uma das grandes características dos personagens de EX-AID seria o da dualidade, sendo que cada personagem seria bifacetado. Hiiro a princípio não teria essa característica, mas recentemente mostrou o seu lado oculto. Algo que estava guardado no fundo de seu coração...

Hiiro é interpretado por Toshiki Seto, do grupo MEN ON STYLE. Seto havia feito teste para o seriado anterior, Kamen Rider Ghost, mas foi reprovado. Desta vez ele conseguiu e tem mostrado boas capacidades interpretativas, sendo capaz de demonstrar as emoções de seu personagem só com o olhar. E também tem superado uma prova de fogo...


Em EX-AID os Kamen Riders passam por um Procedimento de Adequação no qual são implantadas pequenas quantidades de vírus Bugsters para que eles criem anticorpos e com isso poder usar os poderes dos Gashats. Um conceito interessante que remonta às cirurgias feitas nos antigos Kamen Riders, transformando-os em Homens Reconstruídos. Esse conceito foi removido devido ao avanço da medicina e agora, ele retorna, adaptado aos novos tempos, justamente em uma série em que os heróis são médicos. Um dos motivos de se tirar esse elemento também foi porque as medonhas cenas de cirurgia de reconstrução dariam às crianças a impressão de que um hospital é um lugar ruim. Já o diretor Shojiro Nakazawa quis apagar essa imagem, fazendo as filmagens em um hospital de verdade e com consultoria. Esse é mais um aspecto que aproxima EX-AID dos Riders Clássicos.

É só que Emu não passou por esse procedimento, mas ainda assim consegue se transformar...

O conteúdo da caixa. Vem com um par de mãos a mais que o Ex-Aid, mas não tem uma peça intercambiável para a arma. Mesmo assim ela pode assumir dois modos.


2. Modelagem


Visão de corpo inteiro. Um dos temas desta forma são os jogos de RPG de fantasia medieval e por isso o visual lembra um cavaleiro. Para ser mais exato, o "Herói" (Brave) desse tipo de jogo. É usada pintura metálica de modo extensívo desta vez, para mostrar que se parece com uma armadura.

Close da cabeça. Lembra um elmo de cavaleiro, até com um adorno no topo.

Assim como o Ex-Aid, Brave também tem a textura insectoide nos olhos.

A placa peitoral é parecida com a do Ex-Aid. Em ambos, além do Rider Gauge existem indicadores dos dois modos da arma. No caso do Brave são o Gelo e o Fogo.

Outro elemento comum nos Riders de EX-AID é a enorme máscara nas costas, que seria a cabeça da forma Level 1.

A ombreira é diferente do Ex-Aid, com uma protuberância.

Os braços são assimétricos, sendo que o esquerdo tem uma braçadeira que lembra um pequeno escudo.

O escudo é parte integrante do braço e não pode ser removido.

O Gamer Driver é igual ao do Ex-Aid, lembrando um equipamento usado para rapel, conforme apontado pelo Ronin nos comentários do Ex-Aid. Faz sentido, uma vez que um dos motivos de EX-AID são os esportes radicais.

As diferenças seriam as cores do Gashat, do slot e do ícone da fivela.

As pernas são bem parecidas com as do Ex-Aid, com os protetores com tinta metálica e com a aparência de uma roupa de ciclista.

O formato da sola é igual ao do Ex-Aid.


Junto com o Ex-Aid. A protoforma é a mesma e o visual tem vários pontos em comum. O Brave me lembra um personagem de jogos, o Meta Knight, das séries Kirby, que tem uma posição parecida. E engraçado que o Ex-Aid tem a mesma cor do Kirby. Será isso mais uma referência?


3. Articulações


O sistema de articulações é o mesmo do Ex-Aid (que é muito bom!). A figura não tem tantos pontos de interferência e por isso consegue fazer quase as poses que o Ex-Aid.


4. Acessórios


Estes pares de mãos têm as mesmas poses da do Ex-Aid.

Estas têm um formato um pouco diferente, com dois dedos juntos.

Outro par diferente é este, com as mãos em forma de lâmina.

Está incluída a Gashacon Sword, a arma especial do Brave. Hiiro é especialista em cirurgias e bom com excisões. Por isso, uma espada é o equipamento mais adequado a ele. E seus dois modos representam bem sua personalidade.

No cabo estão os botões A e B, assim como um gatilho para ativar os ataques, que também está presente na Gashacon Breaker do Ex-Aid. Esse mecanismo é bem comum em brinquedos da Bandai.

Do outro lado tem o slot para colocar o Gashat.

A lâmina pode ser girada para representar o outro modo da arma.

Com isso é possível passar do modo congelante para o flamejante. Essa arma me parece ser do tipo que seria usado por Flazzard, um inimigo de DRAGON QUEST - Dai no Daibouken (As Aventuras de Fly). Não. Não falo do de Final Fantasy Mystic Quest.

A lâmina é bem esculpida, com pintura metálica no lado de "gelo". No "fogo" não é usada nenhuma camada especial. Essa troca de modos foi baseada no brinquedo, que também tinha uma lâmina que girava. No seriado, a lâmina é toda trocada, sendo que os dois lados ficariam iguais, com o mesmo elemento. Com isso a ponta ficaria sempre curvada para o lado certo.

A espada se acomoda perfeitamente na mão, que tem um dedo para o gatilho.

Algumas vezes o Brave segura a espada com a lâmina para baixo.



5. Ação







TADDLE QUEST!


- HENSHIN.



GASHATTO!!!


LET'S GAME! METCHA GAME! MUTCHA GAME! WHAT'S YA NAME?
I'M A KAMEN RIDER!
A pose de transformação de Hiiro é bem simples, refletindo seu estilo, limpo e profissional.


- Procedimento Nível 2.


GATCHAAAN!!! LEVEL UP!!!




TADDLE MEGURU TADDLE MEGURU TADDLE QUEST!!!
Obs.: A palavra "Taddle" não existe no inglês e vem do japonês 辿る (tadoru, "trilhar", "seguir um caminho"). Já 巡る (meguru) seria "circular", "vagar".


- Iniciando a operação de extração do Bugster.
Hiiro vê as lutas como procedimentos cirúrgicos. E até faz uma pose como se tivesse esterilizado as mãos.


Brave usa a Gashacon Sword, que ele diz ser seu bisturi.




Nesse modo é possível usar ataques com fogo. E apertando o botão "B" várias vezes aumenta o número de vezes que o inimigo é atingido com um só golpe.


KO! CHIIIN!
Apertando o botão "A" faz com que a arma passe para o modo "gelo".


Nessa hora, Brave empunha a espada com a lâmina voltada para baixo.


Desta vez os ataques são com gelo.


Apertando o botão "B" três vezes...


... ativa um ataque especial que lança uma onda congelante que percorre o chão.


KA! CHIIIN!!!
Apertando o botão "A" de novo faz com que a espada volte ao modo "fogo". No brinquedo é preciso virar a "lâmina" com a mão.


O escudo do braço pode ser usado como defesa.
(Efeito "Miss" por Waito_chan)


GASHATTO!!! KIMEWAZA!!!
Golpe especial no modo fogo. Hiiro não sopra a fita antes de colocar na arma.






PERFECT! KAISHIN NO IPPATSU!!!


GASHATTO! KIMEWAZA!!!
Golpe especial do modo "Gelo".



Primeiro é congelar o inimigo.








PERFECT!!! KAISHIN NO IPPATSU!!!


- Não existe nada que eu não consiga cortar.
Uma das frases de efeito do Brave.


Depois de cumprir sua missão, Hiiro vai embora sem deixar seu nome e sem querer saber muito de seu paciente. De acordo com o produtor, Takahito Oomori, Hiiro foi concebido como um personagem que mais se aproximasse de um herói clássico, que vinha, derrotava o vilão e depois simplesmente partia.

Hiiro gosta de doces e sempre come algum depois de cada operação (segundo ele para recuperar a glicose do corpo para transformar em energia). De acordo com as notas de produção, isso seria para fazer com que o personagem não parecesse ser muito antipático. Um recurso parecido foi usado em Kamen Rider Amazons (2ª Temporada).
Curiosidade: Toshiki Seto não gosta muito de doces na vida real. De certa forma, esta é a maior prova de fogo para o ator.


- A sua presença aqui é um "No, thank you!"
Emu e Hiiro têm vários atritos no começo. Emu é passional e tenta salvar os corações dos pacientes, enquanto Hiiro é racional e mantém um distanciamento.

Mas com o tempo, eles vão reconhecendo o valor um do outro (embora Hiiro não admita). Os dois não se tornam amigos, mas são bons colegas de trabalho.


Hiiro não tem nenhum interesse por jogos e por isso se dá mal com alguns Bugsters, como um baseado em jogos de ritmo como Pop'n Music ou Beatmania.


Emu, ou melhor "M", por outro lado tira de letra. Nesta cena é usado um arranjo do tema de abertura do seriado, EXCITE, cantado por Daichi Miura.
Fato: EXCITE é uma das canções mais empolgantes e contagiantes da franquia.


Para conseguir dados para completar o novo Gashat Drago Knight Hunter Z, eles têm de enfrentar um dragão voador, que é um dos personagens inimigos do jogo.
(Não existe modelo do dragão, então vai o original mesmo).


- Eu acabo com ele!


Ex-Aid não tem poderes de voo e é fustigado por bolas de fogo lançadas do ar pelo inimigo.


- Me dá isso aqui!
- !
Emu, ou melhor "M" pega a arma de Hiiro, que ia usar um golpe especial e já estava com o Gashat instalado.


- Ei! Me devolve!


Ex-Aid cria uma rampa de gelo que congela o dragão.


Ele também sobe na rampa e...


MIGHTY TADDLE CRITICAL FINISH!!!






- Tó. Brigadão, hein!
Ao menos ele devolve a espada e o Gashat ao Brave... embora de um jeito bem malcriado.


No filme especial para web 仮面ライダーブレイブ ~Surviveせよ!復活のビーストライダー・スクアッド~ (Kamen RIDER BRAVE - SURVIVE seyo! Fukkatsu no BEAST RIDER SQUAD), Brave enfrenta o Kamen Rider Ouja, um dos piores vilões da franquia.


E do lado de Ouja estão vários Riders baseados em animais, como o Kamen Rider Beast.


- TORYAH!!!
- O que?!


- O que está acontecendo aqui? Você me traiu, Beast?
- Eu não traí ninguém. Acontece que esse cara é meu chapa.


- É isso aí! E é meu chapa também!
- Kamen Rider Fourze! Mas você nem deveria estar aqui!
- Não interessa! Mexeu com um mexeu com todos!


- Porque nós somos MEN ON STYLE!!!
Curiosidade: Souta Fukushi (Fourze) e Tasuku Nagase (Beast) também são membros do grupo do qual Toshiki Seto faz parte. Fora eles tem Ryosuke Yamamoto (Kamen Rider Specter) e Ryo Ryusei (Kyouryu Red).


- Agora vai ter que encarar a gente!
- Ei, vamos pegar leve!
Ouja foi interpretado por Takashi Hagino, que foi Akira Suzumura, em Changérion. No filme existe uma referência a esse personagem.


Três personagens que acho bem parecidos e que têm a mesma posição.


É só que um deles é o culpado pela tremenda balbúrdia que aconteceu em sua série (embora não fosse intencional).


Mas Hiiro também tem seus pontos fracos. Um deles é seu ódio pelo Graphite Bugster, que se originou da morte de sua noiva, Saki.


Às vezes, isso faz com que ele perca a razão e o enfrente ao invés do Bugster que deve ser eliminado.
(Ainda não existe uma versão S.H. Figuarts do Graphite e por isso vai o original mesmo.)


- Hiiro. Foi você quem me ensinou, certo? Que não devo me deixar levar por assuntos pessoais.


- Então eu vou te extirpar! Do jeito que você me ensinou!


Talvez a luta entre esse dois fosse o destino. E Emu lutará, para trazer de volta o sorriso de Hiiro.


E esta foi a apresentação da versão S.H. Figuarts do Kamen Rider Brave, feita pela Bandai. Mais uma vez uma boa figura, feita ao mesmo tempo que o Ex-Aid e por isso tem quase as mesmas qualidades. E também por isso tem os mesmos problemas, como as articulações muito duras nos ombros (embora um pouquinho menos que no Ex-Aid). A Gashacon Sword imita o brinquedo ao invés do seriado, o que me deixou um pouco grilado. Preferia que colocassem uma lâmina intercambiável ao invés, para que a ponta da espada ficasse curvada para o lado certo. Mas isso permitiu que sobrasse material para fazer mais um par de mãos, o que é bem positivo. No total, uma boa figura, que recomendo para os fãs do seriado.



Na semana que vem, se der tudo certo, será a vez do Hayato Kamen Rider Snipe!

10 comentários:

  1. Muito bom!!!

    O Hiiro é um personagem muito interessante, apesar de suas características não o tornarem muito simpático. Ele é arrogante, cheio de si e introspectivo. É basicamente o oposto do Emu em todos sentidos. Algo que me chama atenção é que o Hiiro sequer chama seus companheiros pelo nome: Emu é o "residente", Taiga é o "sem-licença" e Kirya é o "legista". Isso mostra que a relação que ele se dispõe a ter com os outros riders/médicos é estritamente profissional, sem nenhum laço de amizade.
    Aliás, a única relação de afeto que ele parece ter é com a sua falecida namorada, Saki. Por ela, Hiiro é capaz de tudo, até se voltar contra seus companheiros. Isso explica muito sobre sua personalidade.
    Mas tenho certeza que isso ainda vai gerar muitas reviravoltas na série e não descarto um embate final contra o Ex-Aid, como foi sugerido aqui no final do post. Mas não é o final que eu gostaria de ver, até porque acho que seria muito repetitivo se lembrarmos que Gaim teve um final muito semelhante ao colocar Kouta frente a frente com Kaito.

    Com relação ao character design, fiquei impressionado com a semelhança com o Metal Knight do Kirby, que você mencionou. Eu não conhecia o personagem pelo nome, joguei no Google e assinei embaixo. É muito parecido mesmo!

    Eu gosto muito do visual do Brave. É um dos meus preferidos da série, ao lado do Ex-Aid e do Zombie. Mas não curto tanto os upgrades dele, como a versão DoReMiFa Beat ou Taddle Fantasy. Parece que destoam muito da forma original e geram uma estranheza enorme.

    Ahh! E muito bem sacada a ideia de juntar os Riders membros do Men on Style! Hehehehehehehehe!!

    Parabéns por mais essa resenha incrível! Que venha agora o Snipe!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bruno!

      Sinto que o Hiiro vai cair em si e voltar depois de uma luta decisiva com o Emu. Ao menos é o que tudo indica. Fazer o Emu matar o Hiiro vai contra a proposta da série e sairia muito do personagem. Só sei que a solução não vai ser simples. Em EX-AID nunca é...

      O DoReMiFa Beat eu achei que não tinha muito a ver mesmo, embora a solução que encontraram para ele tenha sido criativa. Torço para que essa forma passe (seja devolvida?) para a Poppy. Já o Taddle Fantasy achei bem sacado por fazer o "Herói" (Yuusha) passar a ser o "Rei Demônio" (Maou), o que de certa forma preconizava o que ia acontecer. Interessante também são os nomes "Quest" e "Fantasy", que são referências aos maiores jogos de RPG do Japão.

      Que arrependimento nessa hora de fotografar o MEN ON STYLE por não ter comprado o Specter e o Kyouryu Red! Mas um dia... Pelo menos esses dois até que saem por preços razoáveis. E com isso dá para fazer um time bem equilibrado com dois passionais, dois racionais e um cômico.

      OK! See you next game!

      Excluir
  2. Nobre Usys!

    Que figura bacana, meu véi! Curto bastante esse tipo de herói - não que o cara seja mau, mas por ser reservado e ter seu próprio ponto de vista sobre o que é o certo a se fazer, como nossos queridos Ikki, Vegeta e vários outros Kamen Riders que já apareceram por aqui.

    Da primeira vez que vi sobre essa saga, pensei que apenas o conceito de games seria aboradado, onde acabei não reparando no "Aid". Mais uma vez, reforço que achei interessantíssimo a abordagem e só aumenta a vontade de assistir tudo isso.

    A figura é sensacional. Curti pra caramba esse estilo medieval com armadura, honrando com classe os heróis de RPG desse tipo. Esse monte de slot pra encaixar as pecinhas é que são interessantes! É como se fosse algo antigo, por não ser tudo digital, além de importar o motivo de o herói ter experiência ou não em jogos eletrônicos.

    Interessante também o fato de não serem amigos, mas lutarem lado a lado por um objetivo em comum: salvar vidas. As cenas de ação, como sempre, ficaram sensacionais. Essas explosões e efeitos de gelo "pixelizados" ficaram incríveis! Não assisti a nada da série, mas se for assim deve ser muito maneiro!

    O que ainda mais curto nessas apresentações de figuras é todo o plano de fundo, mostrando quem são os atores, trabalhos que já participaram e outras curiosidades da franquia. Espero ver muito mais por aqui! Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Adelmo!

      Essa série é muito legal! E nessa série não tem só um, mas dois personagens desse tipo. O Snipe também é assim, reservado, fazendo o que ele acha certo não importa o que os outros pensem. Vai por mim que essa é muito legal.

      Na série os efeitos foram feitos tendo em mente jogos e por isso fazem com uma paleta de cores limitada e até pixelizados. Os motivos claramente são os jogos dos anos 1990, aqueles que a gente ficava alucinado jogando. Dá para encontrar toneladas de referências, inclusive com uns monstros parecendo aqueles inimigos multiarticulados.

      Tento trazer bastante informação sobre quem faz o seriado e por que fizeram daquele jeito para que todos possam curtir mais. Saber isso dá uma nova perspectiva e a gente percebe o quanto de esforço foi feito para se criar esses heróis. E a ter mais simpatia pelos atores, que dão vida a seus personagens.

      Excluir
  3. O Brave foi o Rider que menos causou estranheza pra mim no começo da série. A não ser pelo level 1 dele. (rsrs) Falando sério, gosto do Brave justamente por ele ser um personagem diferentão dos demais. Embora também goste bastante do Kiriya/Kamen Rider Lazer, outro Rider importantíssimo de Ex-Aid e que ando aguardando um possível embate entre no final. Não vou me deter no momento atual da série pra não dar spoiler pra ninguém, mas por mais que eu pense que alguma coisa está estranha na dualidade do Hiiro, acredito que ele esteja preparando alguma emboscada. Quem sabe, né?

    Os efeitos ficaram bacanas nas imagens, Usys-san. No aguardo do review do Snipe. Abraços. Henshin!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, César Filho!

      Toda vez que eu vejo os Level 1 se mexendo, o que vem à minha cabeça é "como é que os caras conseguem se mover daquele jeito dentro daquela roupa?!?!?!". Fico tão encafifado que nem noto tanto o visual. Se bem que eu aprendi que não se deve subestimar alguém com essa aparência. Vi um daqueles mascotes fantasiados se movendo que é uma beleza.

      Acho que o Hiiro apenas está um pouco perdido e logo vai cair em sim. Mas não antes do Emu dar um soco na cara dele. Quanto ao Kiriya, não consigo deixar de pensar na maior característica dele. Talvez essa seja a chave.

      É isso aí! Preparando o Snipe agora! GASHATTO!!!

      Excluir
  4. Show de review!

    Dá pra ver que esse personagem foi feito para ter certo conflito com o Emu, principalmente pelo detalhe de sacrificar um para salvar mais. Tem cara de ser um dos pontos fortes da série.

    O visual é bem legal, a cabeça dele lembra muito o Meta Knight hehehe! Acho que ele ficaria legal com uma capa. As cores dele lembram um pouco o Jiban.
    Pior que o Ex-Aid tem a mesma cor do Kirby mesmo, que coincidência!

    Quando ele se transforma ele sai de uma dungeon? Se for é bem apropriado hehehe! Seria legal se ele usasse CD ao invés de fita, para ser diferente do Ex-Aid.

    Bacana essa EXCITE! Engraçado que só consigo pensar que ele está cantando "Ex-Aid", e acho que a intenção é exatamente essa.

    O cara dá Critical Finish! Essa veio direto de Soul Calibur, e o Siegfried também usa um Critical Finish de gelo XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ronin!

      Todo herói tem que ter um rival ou um personagem antagônico que fala coisas duras, mas verdadeiras. E existem várias questões morais na série que eles vão ter que resolver.

      Ele ganha uma capa na forma mais forte dele, a Taddle Fantasy. Mas daí ele passa de Yuusha para Maou. É só que ele não vira uma garota bonita, gostosa e inteligente que sabe tudo sobre economia mundial.

      Acho que a imagem da transformação seria saindo do castelo da primeira cidade. Embora pareça uma dungeon também. Taí uma boa pergunta. E acho que eles usam fita mesmo para mostrar que são todos do mesmo console e são compatíveis.

      EXCITE e Ex-Aid... É! Faz sentido! Nunca pensei nisso! Mais uma vez bem notado! Preciso encontrar alguma entrevista com o Daichi Miura para saber.

      Soul Calibur! Faz sentido, também! Na verdade, todos os Riders têm um Critical Finish. E se a gente pensar que Soul Calibur foi feito pela Namco, que agora é filiada à Bandai aí fecha o círculo. Bem notado!

      Excluir
  5. E aí Usys! Beleza?

    Maravilha esse review do Hiiro. Ele está se mostrando um personagem bastante interessante atualmente na série. Eu o considero um dos mais "humanos" entre os Riders, já que ele é um indivíduo relativamente parecido com pessoas comuns da nossa realidade. Apesar de todo o discurso sobre não se relacionar diretamente com o paciente, ele mesmo não consegue controlar o seu próprio lado emocional, vide situações que ocorreram com Emu e principalmente em relação à sua namorada. Ao meu ver, Kagami Hiiro não consegue ser tão frio quanto gostaria. Até porque algumas das cenas mais dramáticas da série foram protagonizadas por ele.

    Tipo, não quero dizer que os outros personagens sejam artificiais ou coisa assim, longe disso. Eu estou gostando de Ex-Aid como um todo. Como eu disse, foi uma surpresa pra mim. A questão é que não se vê um Emu da vida por aí, todo altruísta e extremamente apegado aos seus valores. Ou então um Taiga da vida que seja grosseiro e frio por fora, mas com senso de responsabilidade por dentro. Já uma pessoa que ondula nas próprias emoções como o Hiiro acaba sendo mais próximo de alguns telespectadores.

    Até ler essa Review eu tinha uma ideia bem vaga em relação à esse grupo MEN ON STYLE do qual o Seto faz parte. Hoje descubro que, não apenas ele, mas alguns outros membros já interpretaram Kamen Riders, haha. Fui procurar uma imagem do grupo e consegui reconhecer ali o Hiiro, Nitou, Kisaragi e Fukami.

    Eu concordo com a parte do "fato", pois a abertura "EXCITE" é realmente uma das mais empolgantes que já fizeram pra um Kamen Rider. Aquele comecinho com um toque que lembra sons 8-bit misturado com algo mais moderno ficou incrível.

    Muito bom o texto! Esperando pela Review do Snipe.

    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Kakughost!

      Eu mesmo vejo os três protagonistas como tipos que a gente encontra no serviço: o novato entusiasmado, o outro que já sabe um pouco mais como funcionam as coisas e o veterano que às vezes é rude, mas faz o seu trabalho. E noto que cada um vê no outro o que mais quer negar em si mesmo. Essas relações são outro atrativo de EX-AID.

      Achei bem engraçado boa parte do MEN ON STYLE ter feito algum herói de Tokusatsu. O Jingi Irie é o Jiro, de Kikaider Reboot. O King (Kyouryu Red) já é um pouco mais difícil de reconhecer. No canal deles no YouTube (https://www.youtube.com/user/MENONSTYLE) tem uns vídeos dão uma sensação bem engraçada, como o Yamamoto (Makoto) conversando com o Nagase (Nitou) e isso nunca ter acontecido em um filme de Kamen Rider.

      EXCITE é muito legal. Me pegou de primeira. Existe um arranjo todo em 8-bit feito por um fã que mostra que ela foi mesmo feita para se parecer com uma música de jogo.

      OK! Só deixo avisado que devido à natureza do blog vai ter várias referências sobre o OUTRO trabalho do Snipe.

      Excluir